O experimentador que treinou o supervisor, que treinou o treinador, que treinou o rato, que descobriu a mina!

nat

Você, que acompanha o blog deve estar lembrado de um post em que contamos sobre o treino de ratinhos para identificar material explosivo de cápsulas de minas terrestres em locais onde ocorreram guerras na África (se não leu, vale a pena conferir o post1). Os resultados foram muito positivos, já que o trabalho dos ratinhos ajudou a limpar diversas áreas, que puderam ter outros usos. Mas será que é fácil fazer esse treinamento? Como capacitar esses treinadores? No post de hoje vamos contar sobre uma pesquisa em que o objetivo foi capacitar pessoas para treinar os nossos amigos roedores!

Amy Durgin, Amanda Mahoney, Christophe Cox, Bart J. Weetjens e Alan Poling, relatam que o objetivo da intervenção era aumentar a efetividade e consistência do treinamento dos animais, assim como elaborar técnicas que aumentassem sua qualidade, já que a quantidade de dias para esses treinamentos variava muito.

Participaram da intervenção três treinadores e três supervisores, divididos em duplas formadas por um supervisor e um treinador. O primeiro passo foi observar como se dava o treino dos animais. A partir dessa observação, foi criado um manual de todos os passos, com descrições detalhadas. Essas descrições incluíam o comportamento do treinador e as respostas dos animais que se seguiriam ao comportamento do treinador. O manual foi usado pelos supervisores para avaliar a precisão do comportamento do rato e, com isso, a eficácia do comportamento do treinador. Observe então que, apesar de a medida ser o comportamento do rato, o comportamento foco de intervenção era o do supervisor.

O que os experimentadores fizeram foi apresentar para os supervisores instruções claras sobre as tarefas (descrições completas) e sobre como fornecer feedbacks imediatos e precisos a respeito da performance dos empregados, descrevendo o acerto ou o erro. No caso do erro, era feita a descrição do comportamento desejado para o treinador. Por exemplo, uma das coisas que o treinador deveria fazer era apresentar um click (reforçador condicionado), quando o animal tocasse o alvo. Um feedback de erro seria “você apresentou um click antes do rato tocar o alvo”. Em seguida o supervisor diria, “Da próxima vez espere até o rato tocar o alvo e depois apresente o click o mais rápido possível”. Durante as sessões os supervisores apresentavam aos treinadores dicas sobre o trabalho e feedback imediato de acerto e erro. Enquanto isso os experimentadores estavam atentos ao trabalho do supervisor e interrompiam sempre que necessário, dando modelo ou indicando como realizar corretamente as tarefas.

Foram registrados, por um observador, a quantidade de passos treinados corretamente. Os resultados mostraram aumento na quantidade de passos treinados corretamente com o uso do manual e do fornecimento de feedback. A melhora na performance se manteve nas sessões sem treinamento e na sessão realizada após uma semana. Foi possível também observar generalização entre settings (no campo aberto).

Esse experimento mostra como é possível utilizar controles experimentais de pesquisas científicas, com objetivo de produzir intervenções como a capacitação de recursos humanos. Além disso, é interessante notar, como já foi comentado, que uma vez que o que se pretendia era melhorar a performance dos ratinhos e treina-los em menor tempo, a medida para avaliar a eficácia da capacitação de recursos humanos foi exatamente o comportamento dos roedores!

 

Quer saber mais? Confira o artigo completo: Durgin, A., Mahoney, A., Cox, C., Weetjens, B. J. & Poling, A. (2014) Using Task Clarification and Feedback Training to Improve Staff Performance in an East African Nongovernmental Organization.  Journal of Organizational Behavior Management, 34(2), 122-143. DOI: 10.1080/01608061.2014.914007

 

 

1 https://boletimbehaviorista.wordpress.com/2014/07/10/analise-do-comportamento-em-campo-minado/

 

Postado por Natalia M. Aggio, docente do departamento de Psicologia na Universidade Federal de São Carlos.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s